Vs, crdulos mortais, alucinados
De sonhos, de quimeras, de aparncias,
Colheis por uso erradas consequncias
Dos acontecimentos desastrados.

Se perdio correis precipitados
Por cegas, por fogosas impacincias,
Indo a cair, gritais que so violncias
De inexorveis cus, de negros fados.

Se um celeste poder, tirano e duro,
s vezes extorquisse as liberdades,
Que prestava, oh Razo, teu lume puro?

No foram coraes as divindades:
Fado amigo no h, nem fado escuro;
Fados so as paixes, so as vontades.

 

Bocage
CONTRA OS QUE NEGAM O LIVRO ARBíTRIO NAS ACçõES HUMANAS
Voltar