No teu ombro pousada, a minha mão
Toma posse do mundo. Outro sinal
Não proponho de mim ao que defino:
Que no mínimo espaço desse gesto
Se desenhem as formas do destino.

In Provavelmente Alegria , Caminho, 1987
José Saramago
« Voltar