Para A. casais Monteiro

 


Ah
não me venham dizer
ah
não quero saber
ah
quem me dera esquecer

Só e incerto é que o poema é aberto
e a palavra flui inesgotável!

 

 


In A Poesia Civil
Mário Cesariny de Vasconcelos
« Voltar