Fazes trabalhos de malha 
Por desfastio e pensar. 
Ah quem em malha trabalha 
Se trabalhasse em amar! 


1934-1935

In Poesia do Eu , Círculo de Leitores, edição de Richard Zenith, 2006
Fernando Pessoa
« Voltar