Espanta crecer tanto o crocodilo,
s por seu acanhado nacimento;
que, se maior nacera, mais isento
estivera de espanto o ptrio Nilo.

Em vo levantar meu baixo estilo
vosso pontifical novo ornamento,
pois no ventre o imortal merecimento
vo-lo talhou, pera despois vesti-lo.

Tardou, mas veio; que a quem mais merece
muito mais tarde vir o prmio certo,
e sempre tarda, inda que venha cedo.

Os cus, que do primeiro esto mais perto,
mais devagar se movem. Quem soubesse
trs daquele segredo este segredo!

Luís Vaz de Camões
[ESPANTA CRECER TANTO O CROCODILO]
Voltar