Bailam seres com cores
Almas com matérias
Em danças aéreas
Em spaço nenhum...
Bailam e bailando
Em seu bailar disperso
Há um outro universo
Do que este, não-um,
Dentro em mim raiando.
10 - 4 - 1913

In Poesia 1902-1917 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar