O dia, hora ou o ltimo momento
ũa vida, em que meus fados me puseram!
J minhas esperanas se perderam,
j me no enganar meu pensamento.

Triste mudana, duro apartamento,
que perder em to breve me fizeram
tudo o que meus servios mereceram!
Oh, quantas cousas muda o mudamento!

No espero j ver cousa passada,
porque vejo que tem longa partida,
e no consente esperanas da tornada.

Minha fbula breve j comprida,
porque bem sei que tenho averiguada
do longo apartamento curta vida.

Luís Vaz de Camões
[O DIA HORA OU O ÚLTIMO MOMENTO]
Voltar