J cantei, j chorei a dura guerra
por Amor sustentada longos anos;
vezes mil me vedou dizer seus danos,
por no ver quem o segue o muito que erra.

Ninfas, por quem Castlia se abre e cerra:
vs, que fazeis morte mil enganos,
concedei-me j alentos soberanos,
para que diga o mal que Amor encerra;

para que aquele que o seguir, ardente,
veja em meus puros versos um exemplo
de quanto em glrias prometidas mente.


Que inda que em triste estado me contemplo,
se neste assunto me inspirais, contente
darei a minha lira ao vosso templo.

Luís Vaz de Camões
[JÁ CANTEI JÁ CHOREI A DURA GUERRA]
Voltar