O céu parece desgrenhado — não se espere dele
coisa boa, hoje —.
Tenho a sensação de ter perdido os sapatos do mundo.
Sonhei esta imagem ontem;
ao acordar perdi-lhe o verdadeiro sentido. De momento
é apenas um verso a que falta
algo que não tenciono procurar. São férias.
A preguiça
domina-me com os seus belos olhos. 


1978

In E NO ENTANTO MOVE-SE , Quetzal Editores, 1995
Egito Gonçalves
« Voltar